Geoportal dos estabelecimentos de culturas marinhas

 

Aceda em dispositivo móvel

Neste mapa online encontra informação sobre:

  • Estabelecimentos aquícolas de culturas marinhas [Fonte:DGRM]
  • Viveiros na área da ARH do Algarve [Fonte: APA]
  • Situação geral da aquicultura nacional quanto ao tipo de exploração (extensivo/intensivo) (Dados de 2012) [Fonte: APA]
  • Produção de bivalves em 2015 [Fonte: IPMA]
  • Informação  POEM – Plano de Ordenamento do Espaço Marítimo (Aquicultura potencial) [Fonte: DGRM]

 

Visualizar mapa maior


• Estabelecimentos aquícolas de culturas marinhas

Informação da responsabilidade da DGRM sobre estabelecimentos aquícolas de culturas marinhas com legenda quanto à situação atual:

estabelecimentos

Apresenta-se na respetiva tabela de atributos um conjunto de informação complementar:


• Viveiros na área da ARH do Algarve

Informação da responsabilidade da APA sobre os viveiros na área da ARH do Algarve e da situação geral da aquicultura nacional quanto ao tipo de exploração (extensivo/intensivo) em 2012:

Aquiculturas

• Zonas de produção de bivalves

Nível de informação referente à produção de bivalves em 2015 subdividida em zonas litorais e zonas Estuarino-Lagunares:

mapa legenda bivalves

 . Águas Conquícolas Litorais Portuguesas 2016

acl2016

Delimitação das águas conquícolas litorais portuguesas, no âmbito do Decreto-lei nº 236/98, e da Diretiva 2006/113/CE, que visam proteger o meio aquático e melhorar a qualidade das águas por forma a permitir a vida e o crescimento de moluscos (moluscos bivalves e gastrópodes), contribuindo para a boa qualidade dos produtos conquícolas que podem ser diretamente consumidos pelo homem.

   . Complexo Recifal ao largo da costa Sul do Algarve

Recifes Algarve 2016

Os atuais recifes artificiais foram implantados, com início no projeto-piloto de 1990, com vista a servirem de instrumentos de revitalização de ecossistemas costeiros, de ordenamento de pescarias litorais e de gestão integrada do litoral. Cada recife é constituído, pelo menos, por 2940 módulos de betão com o peso unitário de 3 toneladas e 36 módulos de grande dimensão com mais de 40 toneladas cada. O complexo recifal agrupa 20748 módulos (com um volume total de mais de 100000 m3), ocupando de forma descontínua uma área total de cerca de 43,5 km2; estimando-se que a sua área de influência seja superior a 67 km2.


• Informação  POEM – Plano de Ordenamento do Espaço Marítimo (aquicultura potencial)

Nos termos do Despacho n.º 14449/2012, de 8 de novembro, que divulga o  POEM – Plano de Ordenamento do Espaço Marítimo,  desenvolvido no âmbito do Despacho n.º 32277/2008, de 18 de dezembro, disponibilizam-se  em Geoportal os elementos referentes à Situação Potencial para a  Aquicultura, Subárea ZEE – Portugal Continental, delimitados em cartografia à escala 1:1 000 000.

DGRM

DGRM – Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos